Blog Lynaldo Cavalcanti

Aprovado primeiro desembolso do BID, de 298 milhões de dólares

20

dez

2018

No dia 18/12, a Finep recebeu o primeiro desembolso do empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de 298 milhões de dólares. Esse valor refere-se ao reembolso de liberações já realizadas pela Finep nos setores contemplados pelo Programa Inovar para Crescer, conforme o contrato formalizado em agosto deste ano.

Trata-se do primeiro desembolso com conversão de moeda (de dólar para real) realizado pelo BID no País. “Essa operação, que teve anuência da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), mitiga o risco da variação cambial. Como consequência, tem demandado aprendizados específicos na área cambial, tanto pelo BID quanto pela Área de Gestão Financeira da Finep, mas que permitirão no futuro novas operações com entidades/bancos de financiamento internacionais e também uso de moedas diferentes”, explica o superintendente da Área de Gestão Financeira, Ivan Carvalho Moraes.

O desembolso representa cerca de 49,8% do empréstimo inicial de 600 milhões de dólares, parte de um total de 1,5 bilhão de dólares, que será disponibilizado em até cinco anos. O empréstimo faz parte da linha de crédito condicional para projetos de investimento (CCLIP na sigla em inglês) para o Brasil, destinado a aumentar a produtividade das empresas brasileiras por meio de mais investimentos privados em inovação – essa é a primeira vez em que ocorre o aporte nesses moldes.

Essa operação é resultado de um esforço conjunto do Departamento de Captação da Finep, através da sua Coordenação de Captação Internacional, e dos departamentos operacionais envolvidos com o Programa, por meio dos seus pontos focais. Todos os projetos contemplados neste primeiro desembolso foram submetidos a uma análise do risco socioambiental por um especialista do BID. “Ao final, 67 projetos do componente 1 (crédito direto) e 236 projetos do componente 2 (operações descentralizadas) foram aprovados”, completa o superintendente da Área de Captação e Crédito da Finep, Sergio Bresser Pereira.

O empréstimo

Os recursos do BID serão disponibilizados para empresas de diferentes setores na área de inovação – projetos incluídos no Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química (Padiq) e no Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral (Inova Mineral). Setores como os de biocombustíveis avançados, saúde, agronegócios e tecnologia da informação e comunicação também serão beneficiados. A operação aprovada pelo Senado era negociada desde 2017 e é a maior que a Finep já captou no exterior. No caso de as diferentes parcelas do total de US$ 1,5 bilhão serem executadas antes dos períodos pré-estabelecidos, a Finep será autorizada a adiantar a aplicação do restante dos recursos previstos para os anos seguintes.

(Finep)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *